segunda-feira, 9 de setembro de 2013

[vozes brancas*] anjo da guarda...

A propósito do post de ontem, e  falando sobre formas peculiares de rezar, na oração do Anjo da Guarda o baby-de-mulata também faz umas variações muito próprias.

É que "alma", enquanto elo entre o espírito e a matéria, fonte última responsável pela comunhão humana com Deus, é um conceito que penso que o baby ainda tem um pouco mal sedimentado. Por isso, ele substituiu-o por um conceito ligeiramente mais percetível e concreto, e pede todas as noites ao Anjo da Guarda: "Guardai a minha ÁGUA de noite e de dia." E a mãe do baby (esta que vos fala), senhora de uma consciência ecológica considerável e fervorosa defensora dos objetivos do milénio para o desenvolvimento, aprova! E de forma completamente acrítica, baba-se!

* Timbre da voz de uma criança antes da puberdade.

5 comentários:

  1. Baby Sexinho em pequenino, quando rezava ao Anjo da Guarda pedia-lhe "Guarda a minha PALMA", também quando cantava os parabéns dizia " cantam as nossas PALMAS".
    Obrigada por me teres ajudado a recordar :)

    ResponderEliminar
  2. Precisamente para prever o tipo de perguntas que o meu filhote me possa vir a fazer sobre estes assunto, tenho começado a deixar no meu blog a etiqueta "Oh mãe, o que é...?
    Claro que é brincadeira e que se ele realmente perguntar, eu não lhe vou responder desta forma, mas serve para ir treinando.
    Obrigada pela partilha!

    ResponderEliminar
  3. :-) Agora fiquei com saudades do tempo em que a minha filha dizia palavras à moda dela,e como lhes senti a falta quando começou a pronunciá-las como deve ser.

    ResponderEliminar
  4. A V e a R agora brincam muito às fadas e seus cavalos azarados!!

    ResponderEliminar