segunda-feira, 17 de novembro de 2014

[as melhores do serviço de urgência] para (re)animar

Ainda não me saíram da cabeça as palavras de uma mãe no sábado passado. Eu estava a ver o filho dela, que estava com dificuldade respiratória e acabara de o mandar fazer um segundo tratamento com broncodilatadores, quando me vieram chamar de urgência a uma enfermaria. Uma criança que esteve em convusão mais de meia hora, seguida de paragem respiratória e uma reanimação difícil... Muitas lágrimas dos pais por susto, fadiga e dificuldade em gerir mais uma situação inesperada num filho que sempre fora doente, mas que nunca estivera tão perto da morte...

Por fim, desci novamente para a urgência. À minha espera estava ainda o menino que eu tinha visto com dificuldade respiratória. Deu-me um aperto no coração... Com a correria para a enfermaria, o caso não tinha sido passado a ninguém...

Mas nestas circunstâncias os pais costumam "desenrascar-se": perguntam a qualquer outro colega pelo médico que o estava a ver, ele apercebe-se que o colega foi chamado a uma reanimação e assumem o caso. A equipa de enfermagem também costuma dar uma ajuda. Mas desta vez, pelos vistos, tal não tinha acontecido...

Pedi desculpa à mãe pela demora e disse-lhe que podia ter pedido a outro médico para ver o filho. Ao que ela me respondeu: "Não se preocupe, Doutora! Eu preferi que o meu filho fosse visto por si. Eu percebi que foi chamada a uma situação complicada e fiquei por aqui a rezar pelo menino lá de cima. Pedi muito a Deus por ele e por si. O meu que esperava o tempo que fosse preciso, mas que se salvasse o menino! Ele ficou bem?"

- Ficou, sim, obrigada por ter rezado por nós...

A sério que ainda estou comovida...

10 comentários:

  1. comovi-me. que delícia...
    obrigada pela partilha, my dear ♥

    ResponderEliminar
  2. há gente tão comoventemente tougthfull (atenciosa? em pt não encontro palavra)
    um beijinho

    ResponderEliminar
  3. Ainda ha gente boa* boa no sentido mais puro da palavra.

    ResponderEliminar
  4. Ainda ha gente boa* boa no sentido mais puro da palavra!

    ResponderEliminar
  5. Olá
    É tão bom pessoas ver pessoas assim especiais, que se importam mesmo.
    E aproveito para dizer que gosto muito do seu blog, e adoro estas [melhores do serviço de urgência].
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  6. Quando deixamos de lado o egoísmo e nos compadecemos pelo sofrimento dos outros a vida ganha de facto nova cor!
    obrigada pela partilha!

    ResponderEliminar
  7. Adorei este post :)

    Bjinhos

    ResponderEliminar
  8. Que pessoa especial, daquelas que já não e fazem...

    Horas Extra

    ResponderEliminar
  9. E, contudo, viver em sociedade é tão simples... bastaria aprender com estas pequenas lições. Um enorme bem-haja para aquela senhora.

    Com um ramo de :-)

    ResponderEliminar