sexta-feira, 23 de agosto de 2013

[lixo no carro] devemos contrariar o cliché?


 
Ontem a Rádio Comercial recordou este episódio da Mixórdia de Temáticas. Perante a última parte (04:50) e, o ponto de vista de Pipoco de que vos falei há dias, ocorreu-me então o seguinte dilema: será que devo continuar a contrariar o cliché e manter o meu automóvel impecavelmente limpo e arrumado, com a ajuda do saco de lixo da minha amiga Mimi e, tornar-me, portanto, mais atraente como mulher? Ou recusar-me a ser submissa, recusar-me a fazer algo só para me tornar mais desejável, negando assim toda a minha feminilidade e toda a minha essência (isto é, negando a tendência inata que tenho de desarrumar o carro)? Será que os homens que se sentem atraídos por mulheres que têm o carro limpo não estarão a sentir-se atraídos pelo seu lado masculino? Será esse o tipo de homem que as mulheres querem? Que me dizem?

8 comentários:

  1. A minha costeleta feminista diz: O que eles querem sei eu!... ;)

    beijo da cidade das acácias

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Só tu! Obrigada, querida Ruiva!

      (um) beijo de mulata

      Eliminar
  2. Questão sociológica muito pertinente, que aliás, daria uma pós graduação em estudos de género ;) Da minha parte, temo que o tornar-me mais atraente como mulher em função da limpeza do carro traria riscos à minha sanidade mental, pelo que prefiro manter o caos calmo do bólide ;)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Tudo bem, mas mulheres casadas não contam! ;)

      (um) beijo de mulata

      Eliminar
    2. Naaaah, mulheres casadas têm vida mui mais difícil em termos de sedução e de manutenção da harmonia perante caos de desarrumação...!!

      Eliminar
  3. Hmm... eu não desarrumo o carro e detesto carros desarrumados...
    E que tipo de mulher sou eu?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. És uma mulher arrumada, penso eu ;)

      (um) beijo de mulata

      Eliminar
  4. Deixo-lhe isto:

    http://quando-me-encontrares.blogspot.pt/2013/08/estereotipos.html

    :)

    ResponderEliminar